32xSP

Produção de
conhecimento
ncentivo à construção de políticas públicas

O trabalho do 32xSP transcorreu normalmente como esperado até março deste ano, realizando a cobertura regional da cidade ao abordar aspectos ligados à administração pública, como conselhos participativos, orçamento da cidade e as pesquisas mensais da Rede Nossa São Paulo. Com o início da pandemia, mudamos a cobertura para os problemas ligados ao coronavírus, evidentemente dentro da nossa linha editorial ligada ao município e às 32 subprefeituras. 

 

Para além da cobertura em reportagens textuais e dos infográficos e ilustrações, lançamos em setembro, o podcast “Em Quarentena”, no qual semanalmente, o repórter Eduardo Silva, apresentou informações e serviços sobre a cidade, tanto do aspecto administrativo quanto dos distritos que compõem o município; por exemplo: “Você conhece Pirituba?” ou “Para que serve um conselho participativo”.

 

Outra novidade foi a parceria com a rádio CBN São Paulo para um projeto especial sobre eleições. Em 28 de setembro, foi lançado o quadro “Giro pelas 32”. Com transmissão ao vivo, o programa era apresentado pela jornalista Fabíola Cidral e contava com a participação do editor do 32xSP Vagner de Alencar. Os jornalistas falam sobre dados, demandas e soluções, a partir de histórias de moradores e líderes comunitários, de todas as subprefeituras de São Paulo. 

 

Sobre o 32xSP

 

Fruto de uma parceria entre a Agência Mural de Jornalismo das Periferias e a Rede Nossa São Paulo, com apoio da Fundação Ford, o projeto 32xSP desenvolveu um site de notícias que retrata a capital paulista a partir da perspectiva das prefeituras regionais e revela suas desigualdades por meio de dados. O 32xSP, como um portal jornalístico, se propõe a produzir informação como ferramenta de engajamento dos cidadãos no seu território e, por fim, na vida da cidade.

 

O 32xSP sempre prezou não só pela diversidade em sua cobertura jornalística, a partir de sua atuação regionalizada, como também buscou ter uma equipe diversa, tanto do ponto de vista de gênero, raça e de orientação sexual. O time do 32xSP é formado por cinco pessoas (2 mulheres e 3 homens), três não negras e duas brancas, sendo três destes profissionais LGBTs, todos moradores de regiões distintas da Grande São Paulo (Santa Cecília, Mooca, São Miguel Paulista, Perus e Carapicuíba).